Estatuto Editorial

1. O Jornal da Família - é propriedade do Instituto Secular das Cooperadoras da Família. Com periodicidade mensal, propõe-se, garantir às famílias portuguesas, e não só, sobretudo às de menores recursos, o direito à formação e informação.

2. O Jornal da Família, enquadra-se na imprensa de inspiração cristã. Nos seus objetivos editoriais, privilegia as questões familiares, estando atento aos diferentes contextos onde estas se desenrolam: eclesial, social, político, de âmbito local, nacional e internacional.

3. O Jornal da Família, nos seus conteúdos, sem prejuízo do pluralismo ideológico, político, cultural e religioso, e a objetividade da informação, centra-se na promoção e defesa da instituição familiar. Pauta-se pelo pensamento do Magistério da Igreja e pelos valores do humanismo cristão.

4. O Jornal da Família, é uma publicação de cariz solidário, pelo que, sem prejuízo de uma recta administração, que permita o seu digno desenvolvimento, não tem qualquer fim lucrativo, nem se enquadra no contexto empresarial jornalístico.

5. O Jornal da Família, honra-se em respeitar os princípios deontológicos da imprensa e da ética profissional, assim como a boa fé dos leitores. Garante objetividade no tratamento de factos noticiosos. Por fidelidade à sua identidade e natureza, permite-se recusar qualquer peça publicitária que não dignifique a pessoa humana e sobretudo a vida e a família.

6. O Jornal da Família, é membro da Associação de Imprensa de Inspiração Cristã.