Escola ASAS: “Cultura e identidade. Um futuro a construir”

Em início de ano letivo damos-lhe a conhecer o projeto educativo da Escola ASAS– uma escola profissional a cargo das Cooperadoras da Família. 

Tem no seu horizonte o bem da família, privilegiando, de um modo muito singular, a formação dos jovens. Tal como todas as Instituições nascidas no coração do Venerável Joaquim Alves Brás também a Escola ASAS – Escola Profissional de Agentes de Serviço e Apoio Social, na Rua de Santo António à Estrela, em Lisboa, a cargo das Cooperadoras da Família, tem a grande preocupação e missão de ajudar as famílias na formação integral dos seus educandos, fornecendo aos alunos que chegam a esta Escola, ferramentas que os ajudem a ser bons profissionais, mas sem nunca descurar a educação para os valores, para o viver em Sociedade.

É uma grande preocupação de toda a equipa que cada aluno encontre na Escola um ambiente familiar; um espaço exigente mas que, simultaneamente, quer ser atento, acolhedor da singularidade de cada um.

Sendo uma Escola Católica, procura também proporcionar aos jovens alunos momentos onde cada um, livremente, possa encontrar espaços de aprofundamento da fé, de partilha. São exemplos desta realidade, os encontros de preparação para os Sacramentos do Batismo e da Confirmação; o Grupo de Jovens “ASAS de Esperança”, que no ano passado começou a dar os primeiros passos e que se pretende solidificar ao longo deste ano; a Peregrinação da Escola a Fátima, que está programada para os dias 20 e 21 de outubro.

 Em cada ano, a Escola ASAS, além do plano curricular explora também uma temática que vai pautando as atividades ao longo do ano. O tema escolhido para o Projeto Pedagógico de 2017/2018 é “CULTURA E IDENTIDADE. Um futuro a construir”. Na base da escolha deste tema estão alguns acontecimentos previstos para 2018 como o Ano Europeu do Património Cultural; o Sínodo dos Bispos, dedicado aos Jovens e o IX Encontro Mundial das Famílias. Todas as atividades e projetos que serão desenvolvidas nas diversas turmas terão como base esta grande temática, havendo um grande reforço na importância da construção da identidade – a identidade pessoal e a identidade de um povo, de uma sociedade na qual os jovens estão inseridos.

No presente ano letivo a Escola está a funcionar com nove turmas, sendo 6 turmas do Ensino Profissional (Secundário) com os Cursos de Técnico de Apoio à Infância e Técnico de Turismo; nos Cursos CEF (Cursos de Educação e Formação – Ensino Básico) estão abertas 3 turmas, onde são ministrados os cursos de Manicura/Pedicura e Acompanhante de Crianças. No total, estão inscritos 218 alunos.

O arranque do Ano Letivo aconteceu no dia 18 de setembro, com o acolhimento e integração dos novos alunos. Desde a semana anterior que os últimos pormenores deste dia vinham a ser preparados, pelos professores, mas também com a colaboração de um grupo de cerca de duas dezenas de alunos do 2º e do 3º ano, dos diversos cursos, que se voluntariaram para preparar o acolhimento aos novos colegas.

Tem sido muito bom verificar que, ano após ano, vai aumentando o número de alunos que se disponibilizam a colaborar na receção aos novos colegas. A entrega, a alegria, a responsabilidade com que preparam cada momento é, sem dúvida, um motivo muito grande de “orgulho” e de esperança, pois faz acreditar muito fortemente na bondade e na generosidade dos jovens!

No dia 19 de setembro foi a abertura oficial da Escola, para toda a Comunidade Escolar. Para todos - alunos, pais e professores - decorreu uma Celebração da Palavra, presidida pelo Pe. Vítor Gonçalves, seguindo-se um lanche-convívio, no pátio da Escola, sendo este também um momento de inclusão e de criar laços.

Estão-se, assim, a viver estes primeiros dias do ano letivo, que são sempre um tempo de adaptação, de surpresa, mas também de grande entusiasmo e expetativa.

Elisabete Puga – Escola Profissional ASAS