Iniciativas solidárias em tempo de Natal

Neste mês de dezembro multiplicam-se as iniciativas solidárias para que o espírito de Natal possa chegar a todos. Muitas das campanhas de solidariedade pretendem nesta data recolher donativos para que haja Natal ao longo de todo o ano. O Jornal da Família destaca três dessas iniciativas.

Campanha “10 milhões de Estrelas” vai reforçar apoio a vítimas dos incêndios
A tradicional Campanha de Natal da Cáritas Portuguesa “10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz” vai este ano ajudar as vítimas dos incêndios. A verba que resultar desta campanha, reverte, em 65 por cento, para a ação das Cáritas Diocesanas, que a aplicarão em projetos destinados a apoiar as famílias portuguesas em situação de carência; e em 35 por cento, anualmente destinado a apoiar um projeto internacional, será este ano destinado a apoiar as vítimas dos incêndios florestais, em Portugal. Para contribuir basta apenas adquirir uma vela, pelo valor simbólico de 1€, que ajudará a Cáritas a apoiar pessoas e famílias em situação de pobreza.
http://caritas.pt/estrelas/

“Presentes solidários” para causas concretas
A campanha de Natal da Fundação Fé e Cooperação (FEC) quer este ano chegar a 10 países para dar resposta a necessidades prioritárias.  Através dos presente solidários da FEC é possível, por exemplo, oferecer um kit de higiene infantil para Timor-Leste, lençóis e toalhas para São Tomé e Príncipe ou cimento e tijolos para o Iraque.  Ao todo são 13 presentes, bens de primeira necessidade, que têm um custo que varia entre os 7€ e os 340€.

Ao adquirir estes presentes está a “dar a duplica”. Ou seja, a aquisição é feita em nome de um familiar ou amigo que receberá um postal ilustrado com a indicação do presente oferecido.  Deste modo está a contribuir para cada um destes projetos e ao mesmo tempo a surpreender um amigo com um postal ilustrado com a indicação do presente oferecido em seu nome.
https://www.presentessolidarios.pt

“Prenda Solidária” para 30 instituições
É um projeto de Natal que envolve várias entidades públicas como a Rádio Televisão Portuguesa (RTP) e a Energias de Portugal (EDP). Vai permitir aos portugueses oferecer uma “Prenda Solidária” a 30 instituições de solidariedade.  Neste projeto os portugueses vão poder oferecer uma prenda que permite à pessoa que a recebe doar o seu valor monetário a uma instituição de solidariedade à sua escolha, de entre um leque de 30 entidades das mais variadas áreas de intervenção social.

A “Prenda Solidária” consiste num pacote-presente com o valor unitário de 30 euros, em que 85 por cento desse valor é destinado ao apoio às instituições sociais (25,5 euros), e os restantes 15 por cento vão para os custos de produção e distribuição dos pacotes.

Os promotores do projeto esperam que seja uma verdadeira homenagem de quem oferece a quem recebe, canalizando esse valor para quem mais precisa.

Jornal da Família - edição dezembro 2017