Pastoral Juvenil realiza inquérito para “ouvir as bases”

O departamento nacional da Pastoral Juvenil quer uma colaboração mais activa aos secretariados diocesanos e movimentos juvenis.

Por isso, decidiu enviar um inquérito para “ouvir as bases.” A decisão saiu do Conselho Nacional que se realizou neste fim-de-semana, em Fátima.

Segundo o padre Filipe Diniz, “é necessário termos noção de como é que a realidade funciona, o que é que se espera da Pastoral Juvenil a nível nacional”. Por isso, “é necessário auscultar”.

É nesse sentido que surge o inquérito. Para o director do departamento, é uma forma de também “encontrarmos sinergias” já que, “escutando os movimentos juvenis, ajudamos também os secretariados a ponderar todo este projecto e a apresentar um projecto em comum”.

O inquérito vai ser enviado aos responsáveis pelos secretariados e movimentos e deverá ser entregue até Junho, de modo a que, no dia 16 desse mês, dia em que o Conselho Nacional se reunirá de novo, a direcção tenha já propostas para apresentar.

Até lá, continua de pé o Fátima Jovem, que se realizará a 5 e 6 de Maio.

Texto: Teresa Paula Costa/Rádio Renascença