Simbologia do logótipo

O logótipo simboliza que o Instituto, através do testemunho pessoal da vida cristã dos seus membros, vivida na fidelidade à consagração, na gratuidade da entrega, no amor fraterno, no acolhimento e no serviço, procura dar rosto humano à ternura e misericórdia divina, que vem ao encontro da humanidade, para lhe anunciar Jesus Cristo seu Salvador e Redentor que nasce no seio de uma família, para desvendar em plenitude o projecto divino para a Família - comunidade de vida e de amor.

A dupla chama viva e fecunda do carisma, brota da Cruz, para purificar o amor, iluminar as relações interpessoais e dar um sentido novo às exigências quotidianas da vida familiar. Reclama uma abertura sem fronteiras que desafia para relações de gratuidade e de serviço, visando a pessoa na sua totalidade, como expressão do cuidado providente de Deus, e manifestação concreta do abraço divino, gerador de vida nova na comunhão, boa notícia actualizada em gestos de acolhimento de um Deus Família.

Eco do Espírito, a alimentar o sonho de transformar a sociedade em Paraíso Terrestre, a partir da Família, fazendo dela, berço de vida, escola de humanidade, igreja doméstica, centro de irradiação do Evangelho.

Sinal que indica as pegadas de Jesus Cristo, caminho de servidores dos que avançam nas mesmas pegadas, apontando o lar como o lugar privilegiado do reencontro do homem consigo mesmo, na sua individualidade e complementaridade.