Quem somos

Somos um Instituto feminino de Vida Consagrada Secular, ao serviço da evangelização da Família.
Vivemos em pleno mundo, procurando contribuir para o seu crescimento, progresso e santificação segundo o plano de Deus.

Um Instituto, constituído por um grupo de mulheres que acreditam em Jesus Cristo, o Filho de Deus Pai, e aceitam o desafio de com Ele e com quantos nele acreditam, transformar o mundo numa casa habitável e num jardim onde o perfume das flores da verdade, da lealdade, do equilíbrio, da harmonia, da beleza e da paz, possam inebriar o homem de felicidade autêntica e duradoira, - uma antecipação e um pré-anúncio do Reino do Céu.

Utopia?
Sem Ele sim.
Com Ele não, porque o que é impossível aos homens é possível a Deus!. Para isso, optamos por deixar encarnar Jesus em nossas vidas, adotando o estilo de vida que Ele para si escolheu, professando os conselhos evangélicos de castidade, pobreza e obediência.

Somos consagradas seculares. A nossa vida assenta na tríade:
 

Consagração evangélica: 
Radica na consagração Batismal, por um dom especial do Espírito Santo, associa a nossa à oblação de Jesus Cristo, ao Pai pela salvação da humanidade. Sem qualquer sinal externo, a consagração comporta o carácter essencial do total e radical empenhamento, pelo Reino, no Instituto, contraindo com ele um vínculo estável, tornando-nos participantes do mesmo carisma e missão e constituindo-nos em família eclesial.

Secularidade:                                                                                 
A consagração não só não nos afasta do mundo, mas nos insere mais profundamente nele, dando-nos um especial sentido de responsabilidade pelo seu evoluir histórico. Queremos estar no mundo com uma atitude contemplativa que vê com os olhos de Deus, que ama com o amor de Deus e age pelo Seu Espírito, totalmente entregues a buscar o Reino de Deus.

Apostolado:
Vivendo no contexto das estruturas sociais, tendemos a ser fermento evangélico no âmbito da vida familiar, profissional, cultural, económica e política, para infundir na família e na sociedade energias novas do Reino a fim de o transfigurar a partir de dentro com a força das bem-aventuranças.

 Sal                                                                                       Luz

                                                                         Fermento

Identidade e Carisma

Como Instituto Secular das Cooperadoras da Família, nascemos da compreensão do desígnio misterioso de Deus sobre a Família e a sua base de constituição - o sacramento do matrimónio. Cremos tratar-se de um dom, suscitado na Igreja pelo Espírito de Deus, e partilhado hoje por algumas centenas de mulheres que, seguindo no rasto do seu Fundador, têm uma visão profética da Família, num mundo em mudança.

 “O Instituto tem como carisma e missão próprios e específicos o cuidado da santificação da Família, fonte de vida humana e principal agente de transformação do mundo. Alimenta este seu espírito no exemplo da Sagrada Família de Nazaré, reflexo da Trindade Santíssima, Família Una e Indivisível.” (Constituições art. 6º).

Através do seu carisma, o Instituto das Cooperadoras da Família pretende irradiar na Igreja e no mundo a sua espiritualidade, para que, a exemplo da Sagrada Família de Nazaré, cada família humana seja lugar de humanização da pessoa e da sociedade.

 Notas caraterísticas da nossa espiritualidade:

- Trinitária: Pela consagração, a Cooperadora é convidada a viver em comunhão íntima com as três pessoas divinas, alimentando a sua vida interior numa oração contínua, e desenvolvendo a sua capacidade de olhar e intervir no mundo das famílias

- Cristocêntrica: Assim como Jesus era o centro do Lar de Nazaré, assim a Cooperadora da família deve ter Jesus Cristo no centro da sua vida, esforçando-se por fazer da sua existência uma permanente Eucaristia.

- Mariológica: Seguindo a escola de Nazaré, a Cooperadora da Família tem de aprender a contemplar e a seguir Jesus em cada momento da sua vida. Como a Virgem Maria, a primeira mulher consagrada secular, guardará tudo em seu coração, para penetrar nos desígnios divinos de amor e de salvação para o mundo.

- Eclesiológica: Integrada no Povo de Deus, em comunhão com a hierarquia e com todos os batizados, a Cooperadora da família partilha das alegrias e das tristezas, das vicissitudes e esperanças da Igreja, colocando as suas capacidades ao serviço das comunidades locais em que está inserida.

- Contemplativa/Ativa: A exemplo de Jesus, a Cooperadora deve estar atenta ao Senhor que passa e se manifesta nas circunstâncias da história, esforçando-se por realizar a síntese entre contemplação e ação: “Mãos no trabalho, coração em Deus”

Missão 

inauguracaocasanaarvore16        img19        penha

Nascidas da família e vocacionadas para anunciar a Boa Nova às Famílias, as Cooperadoras empregam todas as energias do coração e da mente, para realizar os ministérios que lhes competem, como consagradas seculares. As Cooperadoras da Família dão “rosto” à missão – a santificação da Família - inseridas nos vários sectores de atividade e exercendo diversas profissões nas áreas da acção social, ensino, saúde, administração, atendimento, cozinha e serviços gerais.

Cooperamos com a família, desenvolvendo um conjunto de atividades nas áreas:

Infância: Creche, Pré-escolar, Tempos livres, Centro de Acolhimento Temporário

Juventude: Grupos de Jovens, Ocupação de Tempos Livres, Campos de Férias, Jovens Focos de Esperança, Escola Profissional Agentes de Serviço e Apoio Social

Terceira Idade: Lares, Centros de dia, Serviço de Apoio ao Domiciliário

Família: Centro de Apoio à Família, Preparação para o Matrimónio, Atendimento Psicossocial

Dinamizamos: Obra de Santa Zita, Centros de Cooperação Familiar e Movimento por um Lar Cristão, Instituições que constituem, com o ISCF, a Família Blasiana.

Colaboramos nas atividades pastorais da igreja local, a nível paroquial, diocesano e nacional, particularmente nas que mais diretamente se relacionam com a evangelização da Família.

Promovemos campanhas a favor da vida e da promoção da família.

Inserimo-nos na Missão Ad Gentes. No Jubileu do ano 2000 as Cooperadoras iniciaram a sua missão em Cabinda, num projeto de desenvolvimento da mulher de Cabinda.

Na fidelidade à ideia de força do Fundador – “Salvemos a família e salvaremos o mundo”- todas as nossas atividades se orientam segundo as prioridades da família, nas suas diversas dimensões.