Santuário de Fátima: Oficinas Musicais para jovens em férias

O Santuário de Fátima propõe dias de férias diferentes para as crianças com idades compreendidas entre os 8 e os 14 anos, com duas edições da iniciativa Oficinas Musicais Criativas (OMC), em julho.

As OMC procuram aliar à componente musical atividades de leitura e de teatro, de dança e pintura, através das quais as crianças podem aprender de forma lúdica o acontecimento e a mensagem de Fátima.

As duas edições previstas para julho dividem-se em dois momentos: o primeiro para crianças dos 8 aos 10 anos, com início a 6 de julho e o fim a 9; o segundo dos 11 aos 14 anos, entre 13 e 16 de julho.

Durante os dias de permanência em Fátima as crianças são convidadas a desenvolver um programa de actividades intenso, orientado por duas animadoras- Helena Brites e Tânia Lhera -, com várias atividades no Centro Pastoral de Paulo VI, mas também as atividades ao ar livre, como visita aos Valinhos e à Casa das Candeias. Terão, ainda, a oportunidade de conhecer o órgão do Santuário de Fátima.

No primeiro dia, realiza-se o acolhimento com uma sessão de boas-vindas aos participantes e famílias, às 17h30.

No segundo dia, a partir das 9h30, começa a primeira actividade com a proposta “Quem sou eu? Vamos conhecer-nos pela música!”, segue-se um momento de reflexão e conhecimento sobre a história de Fátima, contada por uma das irmãs da Aliança de Santa Maria.

Da parte da tarde, as crianças rumam aos Valinhos onde são desafiadas a construir uma “História criativa nos sons dos Valinhos” seguida de uma interpretação “Conto, canto e represento a História”.

No terceiro dia, as actividades desenvolvem-se entre o Centro Pastoral de Paulo VI, onde desenvolverão, sobretudo, trabalho de produção de um espectáculo que será apresentado no final  do fim de semana- “Preparo um cenário para a História” e “Componho e ensaio a música na História”.

De tarde, a visita será à Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima para conhecer o Órgão de Tubos. Ao fim do dia a proposta é de exploração criativa da Casa das Candeias.

O último dia destas mini férias, propostas pelo Santuário de Fátima, será ocupado com ensaios e a apresentação de uma surpresa aos pais.

O alojamento e as refeições das crianças são no Centro Pastoral Paulo VI, onde todos os cuidados estarão a cargo de religiosas da Aliança de Santa Maria.

Cada edição é limitada a 15 participantes. As inscrições serão preenchidas on line  ( para a 2ª e 3ª edição), aceites por ordem de chegada  e sujeitas a confirmação.

Mais informações em omc@fatima.pt ou 249 539 600

Fonte: www.fátima.pt

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

Casamento como ato de amor e coragem

Num tempo marcado pelo efémero e pelo descarte “é preciso tomar a cultura do cuidado em relação ao matrimónio”, afirma o Pe. Quirino Sapalo, autor do livro “Casamento-to Hoje – Um desperdício de tempo ou ato de coragem”.

Ler Mais >>

Dia Mundial da População

Neste mês, a convite da ONU, assinala-se o Dia Mundial da População. Somos mais, mas não estamos equitativamente distribuídos pelas várias regiões do globo. E qual o papel da Igreja no planeamento e desenvolvimento populacional mundial. Murillo Missaci reflete sobre o tema.

Ler Mais >>

Férias “pedagógicas”

Os meses de verão são, para muitas pessoas, sinónimo de férias em família. Para as crianças são um tempo mais descontraído depois das regras e disciplina do ano letivo. Mas cuidado… não se pode ceder a todas as “exigências” das crianças. Jorge Cotovio, avô de cinco netos, deixa algumas dicas para que as crianças não esqueçam as regras básicas de convivência em período de férias.

Ler Mais >>

Santa Zita, um exemplo de ontem e de hoje, servir e trabalhar na caridade

A história de vida de Santa Zita está intimamente ligada a Lucca, em Itália. Por isso, o Dia de Santa Zita, que se assinala a 27 de abril, ganha aqui mais significado. Que o diga Cristiano Cirillo que neste dia visitou Lucca e a Basílica de San Frediano onde repousam os restos mortais da Santa que deu nome a uma das obras fundadas pelo Padre Alves Brás.

Ler Mais >>

Caneta ou teclado

A crescente digitalização chegou também à escrita e o teclado e o ecrã tomaram o lugar da caneta e do papel. Mas a escrita manual, sobretudo nos primeiros anos de escolaridade, tem um papel primordial no processo de aprendizagem da criança. A professora Goretti Valente explica porquê.

Ler Mais >>

Desafios da adoção

A adoção é sempre um desafio, mas o desafio torna-se ainda maior na adoção de crianças mais velhas, o que leva os pais adotantes a preferir crianças ainda bebés. Furtado Fernandes relata um caso de adoção de dois irmãos, com mais de 6 anos, que contraria a ideia que a adoção de crianças mais velhas é mais problemática.

Ler Mais >>