Férias: Há ir e voltar

Agosto é por excelência o mês de férias. É tempo de relaxar, de deixar de lado as preocupações com o trabalho ou com os estudos e usufruir de momentos de lazer. Fazer mais o que gostamos e não tanto aquilo que somos um pouco “obrigados” a fazer.

As férias são uma grande oportunidade de passar mais tempo com a família, aquele tempo que foi roubado durante o resto do ano pelos inúmeros afazeres de uma vida cheia de atividades e trabalho.

As férias ajudam-nos a focar naquilo que é o essencial: na companhia uns dos outros. Quer na nossa relação com a família, quer na nossa relação com os amigos. É tempo de quebrar rotinas, de esquecer horários e de viver apenas o tempo na companhia uns dos outros.

Agosto é um mês para reforçar laços, para recarregar baterias, mas é também um mês de preparação de recomeços. Setembro chega logo a seguir e com ele o fim das férias. Há que usar estratégias para que o corte entre férias e regresso ao trabalho ou ao estudo não seja tão abrupto.

Por isso, programe o seu regresso de férias, um ou dois dias antes do início do trabalho para desfazer as malas e preparar o regresso às aulas das crianças. Continue a desfrutar de umas idas à praia ou ao parque ao fim de semana, enquanto o tempo assim o permitir. Estabeleça novas datas para sair em família nem que seja apenas um dia ao fim de semana.

O verão pode terminar, as férias também, mas o espirito com que vivemos o nosso dia a dia, esse, depende apenas de nós. E o espirito de verão pode-se prolongar pelo ano inteiro.

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

Silêncio, por favor!

Os “ruídos de um mundo anónimo” são o tema de reflexão de Ana Medina sobre a quantidade de informação que nos chega sem que a “tenhamos pedido”.

Ler Mais >>

Um novo ano político muito importante

Em 2024, mais de 60 países vão a votos, entre os quais Portugal. Murillo Missaci reflete sobre a necessidade de envolvimento dos jovens na política “de uma forma ativa, informada, crítica e responsável, tendo como referência a sua fé, a sua identidade e sua missão como cristãos”.

Ler Mais >>

Veneza, uma história entre ocidente e oriente

O pretexto para esta viagem foi o Carnaval, mas o encanto não se ficou pelas máscaras de Veneza. A icónica praça e Basílica de São Marcos captaram a atenção de Cristiano Cirillo que nos leva numa viagem pela história deste templo.

Ler Mais >>

Promover a leitura compete a todos nós

Saber ler não significa apenas juntar letras de forma a articular palavras. Ler implica, também, “interpretar” e “compreender”. O último relatório Pisa diz-nos que nestas questões Portugal baixou o seu nível. O mote para a reflexão da professora Goretti Valente.

Ler Mais >>