Lisboa acolhe Conferência Mundial das Famílias entre 13 e 15 de maio

A iniciativa decorre desde 2004 e este ano tem por lema "Nenhuma família ficará para trás".

Portugal vai acolher, pela primeira vez, a Conferência Mundial das Famílias, entre 13 a 15 maio, anunciou a Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE).

A iniciativa – promovida pela Organização Mundial da Família (WFO, na sigla em inglês), o centro das Nações Unidas para a formação e a pesquisa (UNITAR) e a CITE – terá como foco “o empoderamento das famílias, garantindo a inclusão e a igualdade”, de acordo com a organização.

O encontro conta já com a presença de 34 países, que se farão representar por universidades, organizações da sociedade civil, organismos internacionais e poder político.

O evento de três dias terá como lema “Nenhuma família ficará para trás: famílias e autoridades locais trabalham juntas para assegurar uma educação inclusiva e equitativa e promover oportunidades de aprendizagem para todas as pessoas”.

A jurista e ex-secretária de Estado para a Igualdade Maria do Céu da Cunha Rêgo, atualmente investigadora em Estudos de Género, será a convidada de honra do encontro.

Em 2004, o então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, sugeriu que se assinalasse o 10.º aniversário do Ano Internacional das Famílias, dando origem à primeira edição da Conferência Mundial das Famílias, que se realizou na China.

Desde então, o encontro tem-se realizado anualmente, em diferentes pontos do globo.

A declaração que resultar da conferência de Lisboa será depois apresentada no Conselho Económico e Social das Nações Unidas e enviada posteriormente para a Assembleia Geral das Nações Unidas, a realizar em setembro.

Fonte: Rádio Renascença

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

Papa denúncia solidão e abandono dos idosos

“Muitas vezes me sucedeu, como bispo de Buenos Aires, ir visitar lares de terceira idade, dando-me conta de como raramente recebiam visitas aquelas pessoas: algumas, há muitos meses, não viam os seus familiares”. Papa denúncia a solidão e o abandono dos mais velhos na mensagem para o IV Dia Mundial dos Avós e Idosos.

Ler Mais >>

Não te abandonarei!

No próximo dia 28 de julho assinala-se o IV Dia Mundial dos Avós e dos Idosos. Na mensagem para este dia, o Papa Francisco denuncia a solidão e o abandono dos mais velhos. Juan Ambrosio pega na mensagem do Papa para nos lembrar que avós e idosos “não são só o passado, são também o presente que nos pode dar a garantia de um futuro mais humano”.

Ler Mais >>

Casamento como ato de amor e coragem

Num tempo marcado pelo efémero e pelo descarte “é preciso tomar a cultura do cuidado em relação ao matrimónio”, afirma o Pe. Quirino Sapalo, autor do livro “Casamento-to Hoje – Um desperdício de tempo ou ato de coragem”.

Ler Mais >>

Dia Mundial da População

Neste mês, a convite da ONU, assinala-se o Dia Mundial da População. Somos mais, mas não estamos equitativamente distribuídos pelas várias regiões do globo. E qual o papel da Igreja no planeamento e desenvolvimento populacional mundial. Murillo Missaci reflete sobre o tema.

Ler Mais >>

Férias “pedagógicas”

Os meses de verão são, para muitas pessoas, sinónimo de férias em família. Para as crianças são um tempo mais descontraído depois das regras e disciplina do ano letivo. Mas cuidado… não se pode ceder a todas as “exigências” das crianças. Jorge Cotovio, avô de cinco netos, deixa algumas dicas para que as crianças não esqueçam as regras básicas de convivência em período de férias.

Ler Mais >>