CAF – Centro de Aconselhamento Familiar de Coimbra assinala 21 anos de existência

Ao longo de 21 anos o CAF procurou resolver 4949 situações familiares, a maioria das quais problemas conjugais graves, e realizou 6858 atendimentos.

Nasceu pela mão do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar (SDPF) de Coimbra e está a cargo das Cooperadoras da Família. O CAF – Centro de Aconselhamento Familiar – completa no dia  31 de janeiro 21 anos de existência. Para assinalar  a data,  Cooperadoras da Família e SDPF promovem neste dia, pelas 19h45 um jantar que decorrerá na Obra de Santa Zita de Coimbra. 

“Nesse dia celebramos os 21 anos deste serviço que muito tem dado às família em dificuldade. Um serviço e uma entrega que não podemos deixar de celebrar e de agradecer”, refere o padre Nuno Santos, Assistente do SDPF na mensagem que acompanha o convite para o jantar.

No mesmo documento o padre Nuno Santos adianta que “será uma ocasião para escutar o trabalho, as alegrias e as dificuldades daqueles que prestam este serviço.”

No decorrer desta iniciativa, que juntará colaboradores do CAF e membros do SDPF, haverá uma pequena apresentação do documento publicado por D. Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra, sobre as orientações pastorais para maior integração dos fiéis divorciados a viver em nova união.

O CAF é um serviço totalmente gratuito, que funciona com uma equipa de voluntários a partir da Obra de Santa Zita em Coimbra, e está a cargo das Cooperadoras da Família. Está à disposição de qualquer pessoa, a qualquer hora do dia, e ao longo de 21 anos o CAF procurou resolver 4949 situações familiares, a maioria das quais problemas conjugais graves,  e realizou 6858 atendimentos. 

Contactos:
CAF – Centro de Aconselhamento Familiar
Rua Gil Vicente, 2
3000-202 Coimbra
Telem.: 969 881 159
Email: cafcoimbra@sapo.pt

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

A sabedoria que parte do coração humano

“Neste tempo que corre o risco de ser rico em técnica e pobre em humanidade, a nossa reflexão só pode partir do coração humano”. É com este pressuposto que Francisco alerta para as potencialidades e perigos da comunicação num mundo cada vez mais complexo da inteligência artificial.

Ler Mais >>

Construímo-nos na relação

Contruímo-nos na relação e a construção da identidade tem uma dimensão relacional e uma dimensão singular. Como cristãos somos chamados a viver a dimensão de Igreja mas também de cidadania e a esperança cristã deve ser testemunhada na vida de cada um mas também na relação com os outros. Ideias saídas do II Fórum Família.

Ler Mais >>

Vinde Espírito Santo!

No contexto do Mistério Pascal, Furtado Fernandes evoca a vinda do Espírito Santo para renovar mentalidades e comportamentos, num mundo dilacerado pelos horrores da guerra.

Ler Mais >>