Adiada Jornada Mundial da Juventude e Encontro Mundial da Família

Papa Francisco justifica a decisão com a atual situação de saúde - devido à pandemia de Covid-19 - "e suas consequências no movimento e agregação de jovens e famílias".

A próxima edição da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que vai ter lugar em Lisboa, foi adiada um ano, para agosto de 2023, devido à pandemia de Covid-19, anunciou esta segunda-feira a Santa Sé. O Encontro Mundial da Família também foi adiado.
 

“Devido à atual situação de saúde e suas consequências no movimento e agregação de jovens e famílias, o Santo Padre, juntamente com o Dicastério para Leigos, Família e Vida, decidiu adiar o próximo Encontro Mundial da Família por um ano, agendado para Roma, em junho de 2021, e a próxima Jornada Mundial da Juventude, agendada em Lisboa em agosto de 2022, respetivamente em junho de 2022 e agosto de 2023”, avança o Vaticano, em comunicado.
 

A organização da JMJ recebe a decisão do Papa Francisco com “naturalidade e confiança” e partilha “com o Santo Padre o apelo a que, no atual contexto e nos próximos tempos, o foco da atenção de todos esteja no cuidado dos mais vulneráveis, das famílias e de todos os que, pelos mais diversos motivos, sofrem com os efeitos da pandemia causada pela Covid-19”.
 

“As atuais circunstâncias de saúde pública, as consequências económicas que daí advêm e, sobretudo, a necessidade de concentrar esforços e recursos no apoio aos mais fragilizados levaram o Papa Francisco a anunciar que a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) terá lugar em 2023, em Lisboa”, sublinha a organização, em comunicado.

O comité organizador local das Jornadas e as equipas de trabalho já constituídas “estão entusiasmados com a perspetiva de preparar da melhor forma a JMJ em Portugal, na certeza de que o evento trará à capital portuguesa a esperança e a alegria dos jovens de todo o mundo”.
 

Entre um a dois milhões de pessoas são esperadas na Jornada Mundial da Juventude, que terá lugar no Parque Tejo, na margem norte do Rio Tejo, junto ao Mar da Palha, na confluência dos concelhos de Lisboa e Loures.

“Maria levantou-se e partiu apressadamente” é o tema da Jornada Mundial da Juventude, que vai decorrer em Lisboa em agosto de 2023.
 

Foi a 27 de janeiro de 2019, na Jornada Mundial da Juventude, que se realizou no Panamá, que o Cardeal Kevin Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, da Santa Sé, anunciou que Lisboa seria a próxima cidade a receber o evento.
 

A JMJ, que foi instituída pelo Papa João Paulo II, em 1985, é considerada o maior evento organizado pela Igreja Católica.
 

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

Fonte: Rádio Renascença

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

“Porque não eu?”

Sonhava casar com um bom homem e ter muitos filhos. Um dia descobre que Deus tinha outro projeto para ela. A história de uma vocação em discurso direto

Ler Mais >>