Semana “Laudato Si” dá lugar a Ano “Laudato Si”

Trata-se de uma iniciativa do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral que até 2021 pretende promover vários encontros sobre a “ecologia integral”.

No dia em que se completaram cinco anos sobre a assinatura da Encíclica “Laudato Si” (24 de maio) começou um Ano Especial dedicado a este documento Papal. 

Trata-se de uma iniciativa do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral que até 2021 pretende promover vários encontros sobre a “ecologia  integral”. 

O objetivo principal “é  propor um compromisso público comum com a sustentabilidade total a ser alcançada em sete anos”, adianta o portal Vatican News que acrescenta que, neste ano, “estão envolvidas famílias, dioceses, ordens religiosas, universidades, escolas unidades de saúde, mas também o mundo dos negócios, com especial atenção às empresas agrícolas”.

A encíclica “Laudato Si” foi assinada a 24 de maio de 2015, Solenidade do Pentecostes, e divulgada em 18 de junho do mesmo ano. 

De 17 a 24 de maio o Papa convidou os católicos a assinalarem a data com uma Semana “Laudato Si”. 

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

Um novo ano político muito importante

Em 2024, mais de 60 países vão a votos, entre os quais Portugal. Murillo Missaci reflete sobre a necessidade de envolvimento dos jovens na política “de uma forma ativa, informada, crítica e responsável, tendo como referência a sua fé, a sua identidade e sua missão como cristãos”.

Ler Mais >>

Silêncio, por favor!

Os “ruídos de um mundo anónimo” são o tema de reflexão de Ana Medina sobre a quantidade de informação que nos chega sem que a “tenhamos pedido”.

Ler Mais >>

Veneza, uma história entre ocidente e oriente

O pretexto para esta viagem foi o Carnaval, mas o encanto não se ficou pelas máscaras de Veneza. A icónica praça e Basílica de São Marcos captaram a atenção de Cristiano Cirillo que nos leva numa viagem pela história deste templo.

Ler Mais >>

Promover a leitura compete a todos nós

Saber ler não significa apenas juntar letras de forma a articular palavras. Ler implica, também, “interpretar” e “compreender”. O último relatório Pisa diz-nos que nestas questões Portugal baixou o seu nível. O mote para a reflexão da professora Goretti Valente.

Ler Mais >>