Dia Mundial do Meio Ambiente

#CombateAPoluiçãoPlástica é este ano o mote para a comemoração do Dia Mundial do Ambiente. As celebrações estão centradas na Costa do Marfim, com apoio dos Países Baixos, mas contam com a ação diária de todos.

A 5 de junho celebra-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, instituído à altura da primeira grande conferência internacional sobre a proteção ambiental em 1972 em Estocolmo, Suécia. Passados mais de 50 anos desde a sua instituição, podemos dizer, com certo orgulho, que a conscientização sobre o assunto e a proteção do meio ambiente tenham-se difundido amplamente, mas que ainda são um tema atual e de grande importância: de facto, organizam-se ainda conferências a respeito e trata-se de um tema caro para diversos líderes internacionais.

As celebrações desse importante dia têm sido organizadas a cada ano por um país sede diverso, que lhes dá lugar e forma. Em 2023, o Dia Mundial do Meio Ambiente será comemorado sob o mote “#BeatPlasticPollution” (#CombataAPoluiçãoPlástica) na Costa do Marfim com o apoio dos Países Baixos. De acordo com os organizadores, a poluição por plástico é um dos maiores desafios do nosso século, já que apenas 10% da imensa produção de plástico é reciclada e que milhares de toneladas de plástico perdem-se nos rios, lagos e oceanos, tornando-se um risco para a fauna e flora e posteriormente para a nossa saúde, já que partículas de microplásticos podem contaminar a água, o ar e os nossos alimentos também.

Nos últimos anos o Papa Francisco e o Vaticano também se têm mobilizado para difundir o pensamento ecológico no mundo diante das mudanças climáticas, tendo participado em conferências e feito inúmeros discursos e encíclicas. Busquemos nós também de conscientizar-nos ainda mais sobre a importância da proteção ambiental nas nossas comunidades locais, de modo que unidas essas práticas tornem-se regionais, nacionais e internacionais. Uma abordagem constante e onipresente focada na proteção do meio ambiente pode somente fazer-nos bem!

Murillo Missaci
missacimb@gmail.com
Artigo da edição de junho de 2023 do Jornal da Família

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

A sabedoria que parte do coração humano

“Neste tempo que corre o risco de ser rico em técnica e pobre em humanidade, a nossa reflexão só pode partir do coração humano”. É com este pressuposto que Francisco alerta para as potencialidades e perigos da comunicação num mundo cada vez mais complexo da inteligência artificial.

Ler Mais >>

Construímo-nos na relação

Contruímo-nos na relação e a construção da identidade tem uma dimensão relacional e uma dimensão singular. Como cristãos somos chamados a viver a dimensão de Igreja mas também de cidadania e a esperança cristã deve ser testemunhada na vida de cada um mas também na relação com os outros. Ideias saídas do II Fórum Família.

Ler Mais >>

Vinde Espírito Santo!

No contexto do Mistério Pascal, Furtado Fernandes evoca a vinda do Espírito Santo para renovar mentalidades e comportamentos, num mundo dilacerado pelos horrores da guerra.

Ler Mais >>