Encontro Nacional da Juventude Blasiana junta jovens inscritos na JMJ Lisboa 2023

“Levanta-te! Há pressa no ar!” é o apelo da Juventude Blasiana que vai realizar nos dias 1 e 2 de julho o seu Encontro Nacional de olhos postos na JMJ Lisboa 2023.

Os Focos de Esperança/Juventude Blasiana, movimento juvenil que bebe do carisma do Pe. Alves Brás, tem vindo a focar as suas atividades na preparação da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023. Prepara-se para trazer a Lisboa, de 1 a 6 de agosto, 64 jovens de todo o país, entre os quais 9 voluntários.

“Vamos garantir o alojamento e o pequeno-almoço para ajudar estes jovens a estarem presentes na Jornada”, conta Elisabete Puga, da Pastoral Vocacional do ISCF – Instituto Secular das Cooperadoras da Família. 50% dos jovens são jovens que fazem parte dos Focos e os outros 50% são amigos, familiares, familiares das Cooperadoras da Família e uma ou outra pessoa individual que se quis juntar a este grupo.

Ao longo dos últimos tempos, os Focos de Esperança têm estado a trabalhar os temas lançados pelas catequeses Rise Up, o novo modelo de catequeses da JMJ que desafia os jovens a refletir sobre grandes temas lançados no pontificado do Papa Francisco: Ecologia Integral, Amizade Social e Misericórdia. Um trabalho que tem sido feito apenas no seio dos Focos e não em conjunto com os restantes escritos que virão a Lisboa. Mas os responsáveis deste grupo juvenil têm incentivado os outros inscritos a participar nas ações diocesanas ou paroquiais relacionadas com a JMJ, como por exemplo, acompanhar a passagem dos símbolos na sua diocese ou paróquia ou participar nas iniciativas do dia 23 de cada mês.

Para proporcionar um maior conhecimento entre os 64 inscritos que virão a Lisboa, os Focos de Esperança abriam o seu encontro anual a estes jovens. Nos próximos dia 1 e 2 de julho, em Fátima, o Encontro Anual  juntará os jovens Focos aos restantes inscritos sob o lema “Levanta-te! Há pressa no ar!”.  “Serão umas ‘mini’ jornadas”, explica Elisabete Puga.

No sábado dia 1, de manhã, haverá uma caminhada do Santuário de Nossa Senhora da Ortiga até ao Santuário de Fátima. Da parte da tarde decorre o Festival da Juventude em que cada grupo é convidado a apresentar, através de teatro, música, dança, etc, uma das 13 Jornadas Mundiais da Juventude. A reflexão sobre umas das Catequeses Rise Up decorrerá ao final da tarde de sábado e à noite haverá uma Vigília de Orarão. A manhã de domingo será reservada a dar a conhecer aos jovens, que não fazem parte dos Focos, a identidade deste movimento juvenil.

IM
Artigo da edição de junho 2023 do Jornal da Família

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

A sabedoria que parte do coração humano

“Neste tempo que corre o risco de ser rico em técnica e pobre em humanidade, a nossa reflexão só pode partir do coração humano”. É com este pressuposto que Francisco alerta para as potencialidades e perigos da comunicação num mundo cada vez mais complexo da inteligência artificial.

Ler Mais >>

Construímo-nos na relação

Contruímo-nos na relação e a construção da identidade tem uma dimensão relacional e uma dimensão singular. Como cristãos somos chamados a viver a dimensão de Igreja mas também de cidadania e a esperança cristã deve ser testemunhada na vida de cada um mas também na relação com os outros. Ideias saídas do II Fórum Família.

Ler Mais >>

Vinde Espírito Santo!

No contexto do Mistério Pascal, Furtado Fernandes evoca a vinda do Espírito Santo para renovar mentalidades e comportamentos, num mundo dilacerado pelos horrores da guerra.

Ler Mais >>