CAF Coimbra assinala 25 anos de apoio a famílias fragilizadas

O CAF – Centro de Aconselhamento Familiar, em Coimbra, celebra este ano 25 anos de existência. A data vai ser assinalada no próximo dia 30 de janeiro, no Seminário Maior de Coimbra.

Os 25 anos do CAF vão ser assinalados no próximo dia 30 de janeiro, no Seminário Maior de Coimbra, com um encontro que pretende reunir todos aqueles que têm contributo para o crescimento deste centro de apoio a famílias fragilizadas.

“Será uma ocasião para recordarmos os desafios superados, os sucessos alcançados e, sobretudo, para reconhecermos o empenho e dedicação de todos quantos tornaram possível a realização da missão do CAF ao longo destes anos”, refere o convite enviado a todos os voluntários e parceiros que têm contribuído para “o crescimento do CAF”.

O encontro começa às 19h00 com uma Eucaristia presidida por D. Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra, na Igreja da Sagrada Família, no Seminário Maior de Coimbra. Segue-se um jantar convívio, pelas 20h00, no refeitório do Seminário. Pelas 21h30, uma conferência junta a psicóloga Filomena Gaspar e  o Pe. Nuno Santos,  Assistente do Secretariado da Pastoral da Família e também Reitor do Seminário Maior de Coimbra, em torno do tema “As famílias hoje e o cuidado pastoral”.

A noite termina com um momento musical na voz e na guitarra do Pe. João Paulo Vaz.

“Será uma noie de partilha, reconhecimento e celebração do trabalho árduo e misericordioso que todos temos desenvolvido em prol das famílias mais frágeis”, lê-se no convite.

Nascido em 1999, o CAF é um Serviço do Secretariado Diocesano da Pastoral da Família (SDPF) de Coimbra que trabalha em parceria com o Instituto Secular das Cooperadoras da Família (ISCF).  Ao longo destes 25 anos tem contado com uma equipa multidisciplinar de voluntários disponíveis para acolher, escutar e apoiar famílias em risco.

IM

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

Casamento como ato de amor e coragem

Num tempo marcado pelo efémero e pelo descarte “é preciso tomar a cultura do cuidado em relação ao matrimónio”, afirma o Pe. Quirino Sapalo, autor do livro “Casamento-to Hoje – Um desperdício de tempo ou ato de coragem”.

Ler Mais >>

Dia Mundial da População

Neste mês, a convite da ONU, assinala-se o Dia Mundial da População. Somos mais, mas não estamos equitativamente distribuídos pelas várias regiões do globo. E qual o papel da Igreja no planeamento e desenvolvimento populacional mundial. Murillo Missaci reflete sobre o tema.

Ler Mais >>

Férias “pedagógicas”

Os meses de verão são, para muitas pessoas, sinónimo de férias em família. Para as crianças são um tempo mais descontraído depois das regras e disciplina do ano letivo. Mas cuidado… não se pode ceder a todas as “exigências” das crianças. Jorge Cotovio, avô de cinco netos, deixa algumas dicas para que as crianças não esqueçam as regras básicas de convivência em período de férias.

Ler Mais >>

Santa Zita, um exemplo de ontem e de hoje, servir e trabalhar na caridade

A história de vida de Santa Zita está intimamente ligada a Lucca, em Itália. Por isso, o Dia de Santa Zita, que se assinala a 27 de abril, ganha aqui mais significado. Que o diga Cristiano Cirillo que neste dia visitou Lucca e a Basílica de San Frediano onde repousam os restos mortais da Santa que deu nome a uma das obras fundadas pelo Padre Alves Brás.

Ler Mais >>

Caneta ou teclado

A crescente digitalização chegou também à escrita e o teclado e o ecrã tomaram o lugar da caneta e do papel. Mas a escrita manual, sobretudo nos primeiros anos de escolaridade, tem um papel primordial no processo de aprendizagem da criança. A professora Goretti Valente explica porquê.

Ler Mais >>

Desafios da adoção

A adoção é sempre um desafio, mas o desafio torna-se ainda maior na adoção de crianças mais velhas, o que leva os pais adotantes a preferir crianças ainda bebés. Furtado Fernandes relata um caso de adoção de dois irmãos, com mais de 6 anos, que contraria a ideia que a adoção de crianças mais velhas é mais problemática.

Ler Mais >>