Dia Mundial da Água

A água, esse bem essencial, que as alterações climáticas e a ação humana ameaçam tem um dia mundial. É no dia 22 de março e serve para alertar a humanidade que a água é um bem precioso que tem de ser protegido.

O Dia Mundial da Água, celebrado anualmente em 22 de março, é uma oportunidade para refletirmos sobre a importância vital da água doce e para promovermos ações em prol da sua gestão sustentável. Nesse contexto, enfrentamos desafios significativos que afetam a disponibilidade, a qualidade e a distribuição dos recursos hídricos em todo o mundo.

Pensando nisso, a adaptação climática e a conservação de ecossistemas aquáticos são essenciais para enfrentar as mudanças climáticas, que afetam os padrões de chuva, o degelo dos glaciares e o nível dos rios. Além disso, a poluição industrial, agrícola e doméstica compromete a qualidade da água, já que substâncias químicas, microplásticos e nutrientes em excesso prejudicam os ecossistemas aquáticos e a saúde humana. Portanto, é necessário também uma monitorização rigorosa, o tratamento de efluentes e a educação ambiental para proteger os nossos cursos d’água.

Devemos investir em infraestrutura hídrica, promover a reutilização da água e garantir o acesso universal à água limpa e segura e ao saneamento básico, já que milhões de pessoas no mundo ainda sofrem com a escassez hídrica. Para isso, é importante que haja uma forte cooperação internacional, crucial para gerenciar bacias partilhadas e evitar conflitos e crises humanitárias. É necessário fomentar mais acordos bilaterais e multilaterais que regulamentem o uso equitativo e sustentável dos recursos hídricos. Nesse contexto, a UNESCO lidera esforços globais fundamentais para promover a segurança hídrica e alcançar o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 6 – água e saneamento para todos até 2030.

O Papa Francisco também já enfatizou que o mundo está tão sedento de paz quanto de água, e considera a proteção dos recursos hídricos como parte essencial da nossa responsabilidade coletiva para com o planeta, pessoas e natureza.

O Dia Mundial da Água lembra-nos, então, de que a água é um recurso precioso e finito. Devemos agir hoje para garantir que as gerações futuras também possam desfrutar desse bem essencial.

Murillo Missaci
missacimb@gmail.com
Artigo da edição de março de 2024 do Jornal da Família

Partilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Relacionado

Outras Notícias

Cultura do descarte

“A cultura do descarte é uma das mais significativas sequelas do vírus do narcisismo”, escreve Furtado Fernandes num artigo que reflete sobre o provisório e o efémero que caracterizam a atualidade.

Ler Mais >>

Em Roma, uma Igreja que fala português

Uma eucaristia em Roma para fazer memória das virtudes heroicas do Pe. Alves Brás deu o mote à rubrica mensal de Cristiano Cirillo pela beleza da espiritualidade em viagem. Por entre a vida e Obra do Fundador da Família Blasiana, ficamos a conhecer a Igreja de Santo António dos Portugueses em Roma.

Ler Mais >>

Padre Joaquim Alves Brás celebrado em Roma

Com os olhos postos no centenário da sua ordenação sacerdotal, o Pe. Alves Brás foi celebrado em Roma por ocasião das datas do seu nascimento e morte. A Igreja de Santo António dos Portugueses acolheu a celebração eucarística e Murillo Missaci conta-nos os pormenores.

Ler Mais >>

Celebrar e fazer acontecer o novo e a novidade

Num tempo de interpelações e desafios constantes “não nos podemos esquecer deste recomeço, desta novidade e deste novo que cada Páscoa nos lembra e volta a fazer acontecer”, diz-nos Juan Ambrosio na sua crónica mensal para o Jornal da Família.

Ler Mais >>