Bispos desafiam a ação educativa que vá ao encontro dos «distantes e marginalizados»

Bispos desafiam a ação educativa que vá ao encontro dos «distantes e marginalizados»
Mensagem lançada por ocasião da Semana da Educação Cristã que decorre de 20 a 27 de outubro

Os bispos da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé apelaram a uma ação educativa que vá ao encontro dos que “se encontram mais distantes e marginalizados, esquecidos”.

A mensagem é lançada por ocasião da Semana Nacional da Educação Cristã (20-27 de outubro), manifestando gratidão a todos os que têm compromissos neste campo.

“Empenhados nesta nobre tarefa evangelizadora, encontramos, nos últimos anos, sinais de maior atenção e cuidado dos adultos – pais, catequistas e professores – pela educação cristã e humana das novas gerações”, refere o texto, enviado à Agência Ecclesia.

Os membros da comissão responsável pela área da Educação, na Conferência Episcopal Portuguesa, saúdam os que “procuram dinâmicas novas, cuidam das linguagens, partilham experiências e se formam continuamente para poderem testemunhar uma atitude missionária na sua vida quotidiana e em toda a sua atividade pastoral e educativa”.

A Nota Pastoral “Levanta-te e vai” procura aprofundar a identidade cristã assente na Ressurreição de Jesus.

O lema inspira-se na temática proposta pelo Papa para a preparação da Jornada Mundial da Juventude de 2022, em Lisboa – ‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’.

“O apelo do Papa Francisco aos jovens para se levantarem e procurarem em Cristo, que vive, o vigor interior e o entusiasmo que, por vezes, nos falta, é também muito oportuno para os educadores da fé cristã, sejam eles os pais e as mães, os catequistas, os professores de Educação Moral e Religiosa Católica e todos aqueles que, na sua circunstância, se dedicam à educação”.

A nota defende a “afirmação da alegria da fé e a oportunidade de reavivar a confiança na força do Espírito Santo”, deixando para trás “ritos e hábitos”.

 “A educação cristã precisa de cuidar primeiramente da vitalidade da vida espiritual, acentuando a importância da experiência pessoal da oração, da escuta meditada a palavra de Deus, da celebração festiva e frutuosa da eucaristia, dos momentos de retiro e da solícita caridade”, pode ler-se.

A Semana começa com a Eucaristia, às 11h00h, na paróquia de S. Bartolomeu, Vila Flor, Diocese de Bragança-Miranda; no encerramento, a Missa é celebrada na paróquia de Nossa Senhora do Livramento, Sobreda, Diocese de Setúbal.

As Jornadas Nacionais de Catequistas (Fátima, 25 a 27 de outubro) têm este ano como tema ‘Uma Catequese Inovadora’, decorrendo em Fátima, com uma homenagem a Mons. Amílcar do Amaral, no centenário do seu nascimento

Fonte: Agência Ecclesia

Quinta, 17 de Outubro de 2019