Focos de Esperança apresentam tema dinamizador para novo Ano Pastoral

Focos de Esperança apresentam tema dinamizador para novo Ano Pastoral
“Levanta-te! Vamos...”. O lema irá congregar os jovens Focos de Esperança/Juventude Blasiana no primeiro ano de caminhada rumo à JMJ 2022.

Com o mote “Levanta-te! Vamos...”, o grupo juvenil Focos de Esperança/Juventude Blasiana apresentou neste sábado, em Fátima, a dinâmica para o novo Ano Pastoral. 

Cerca de 50 jovens, vindos de muitas das localidades onde as Cooperadoras da Família desenvolvem o carisma e missão, participaram  no Encontro Nacional onde foi apresentado o tema a partir do qual vão dinamizar as atividades ao longo do próximo ano.

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de Lisboa, em 2022,  vai marcar o ritmo deste movimento juvenil. “O quadro inspirador são os temas escolhidos pela Papa Francisco para dinamizar este triénio até 2022”, explica Conceição Vieira, membro da Pastoral Ju/Vocacional do Instituto Secular das Cooperadoras da Família. 

 “Jovem, eu te digo, levanta-te” (Lc 7,14) é o tema da JMJ 2020; “Levanta-te ! Eu te constituo testemunha do que viste!” o tema para 2021 (At 26,16) e “Maria levantou-se e partiu apressadamente” (Lc 1,39) o tema para a grande jornada mundial de 2022 em Lisboa.

“Queremos incutir nos jovens e criar-lhes este sentido de compromisso pessoal com a sociedade, com o mundo em que estão inseridos, daí o  convite para se levantarem e partirem.  E neste convite fica subjacente o anúncio da fé”, afirma Conceição Vieira.

“Levanta-te! Vamos...” é um tema que se vai dividir em vários subtemas que interpelam os jovens sobre as amarras que não os deixam agir, sobre a descoberta de si mesmos na relação com o outro e com o meio ambiente. 

Ao longo do ano estas temáticas serão refletidas nos grupos e servirão de mote para muitas ações que passam pela dinamização de “anúncios de rua, visitas a pessoas em situação de necessidade, sensibilização pelo ‘cuidado da casa comum’, no fundo dar rosto a este ‘Levanta-te’ para pôr os jovens em movimento”, afirma a  Cooperadora Conceição Vieira. 

Coube a Fernanda Azuaje, membro deste movimento juvenil, apresentar o tema. Mas não esteve sozinha. Através de vários desafios, e de uma forma lúdica, convidou todos a darem o seu contributo para que as ações a desenvolver ao longo do ano sejam o resultado das ideias de todos. “Eles foram convidados a partilhar o que pensam sobre determinados temas e de uma forma lúdica deram-nos informações para trabalharmos ao longo do ano”.

Mas esta dinâmica pretende também fazer crescer os vários grupos Focos “a quem é confiado o dom da esperança”, refere Conceição Vieira. Durante a manhã de hoje (20 de outubro), e num pequeno momento de oração,  cada grupo vai ficar “padrinho” de um outro grupo. Quer isto dizer que o vai acompanhar e ajudar  a crescer.

David Silva veio do Porto. É o 3ª ano que participa neste Encontro Nacional dos Focos de Esperança. Considera que há mais jovens a  aderiram a estes movimentos juvenis da Igreja. Lembra que dois elementos do grupo do Porto que foram para Aveiro estão agora a tentar dinamizar o grupo Focos nesta cidade.

Esta iniciativa quis também coincidir com o encerramento do Ano Missionário proclamado pela Conferência Episcopal Portuguesa (CEP). Hoje, Dia Mundial das Missões,  os Focos de Esperança integrarão a Peregrinação Nacional que encerrará este ano. “Fizemos coincidir este encontro com o encerramento do Ano Missionário lançado pela CEP, por um lado para criar nos jovens este sentido de missão, por outro levá-los a participar na dinâmica da Igreja que é uma dinâmica missionária”, explica Conceição Vieira.

Sempre de olhos postos na JMJ 2022, antes de integrarem a Peregrinação Nacional  a Fátima para o encerramento do Ano Missionário, os jovens Focos de Esperança receberão uma cruz (à semelhança da Cruz das JMJ) que irá percorrer todos os grupos Focos de forma a dinamizar a juventude nas várias localidades.

Estiveram presentes neste encontro os grupos Focos de Castelo Branco, Penha de França, Porto, Aveiro, Covilhã, Casegas, Guarda e Vila Real.

Sábado, 19 de Outubro de 2019