MLC lança subsídios para ajudar famílias a viver Ano Família Amoris Laetitia

MLC lança subsídios para ajudar famílias a viver Ano Família Amoris Laetitia
É o primeiro esquema formativo do Movimento por um Lar Cristão (MLC) para ajudar as famílias a viver o Ano Família Amoris Laetitia.

Os subsídios do BAR (Boletim de Apoio às Reuniões), elaborados com base no material publicado pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, podem ser utilizados por grupos ou outros movimentos  para ajudar as famílias a melhor viverem o Ano Família Amoris Laetitia

 

BAR nº 1
(Retirado do subsídio nº 1 publicado pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida no âmbito do Ano Família Amoris Laetitia)

MLC - Esquema de reflexão para o mês de outubro

Cântico

Partilha de vida… (até 15 minutos)

RECONHECER OS DONS DO MATRIMÓNIO E DA FAMÍLIA

Leitura Bíblica

Primeira Carta de São Pedro, capítulo 4, versículos 8 a 10

“Acima de tudo, mantende entre vós uma intensa caridade, porque o amor cobre a multidão dos pecados. Exercei a hospitalidade uns com os outros, sem queixas. Como bons administradores das várias graças de Deus, cada um de vós ponha ao serviço dos outros o dom que recebeu”. (breve silêncio)

Reflexão (30 mimutos)

Tema – Reconhecer os dons do Matrimónio e da Família

«A Exortação Apostólica Amoris Laetitia é uma proposta para os jovens e as famílias cristãs para que possam estimar os dons do matrimónio e da família, e cultivar entre si um amor forte, bem enraizado em Cristo e cheio de valores, como a generosidade, o compromisso, a fidelidade e a paciência».

«Esta Exortação […] vejo-a como uma proposta para as famílias cristãs, que as estimule a apreciar os dons do matrimónio e da família e a manter um amor forte e cheio de valores como a generosidade, o compromisso, a fidelidade e a paciência; em segundo lugar, porque se propõe encorajar todas as famílias a serem sinais de misericórdia e proximidade para a vida familiar, onde essa não se realize perfeitamente ou não se desenrole em paz e alegria» (AL 5).

Vídeo/ ver 1º vídeo do Ano Família Amoris Laetitia  (5 minutos)

«Nós acreditamos que os jovens ainda anseiam pela família, porque todos nós somos feitos à imagem de Deus. Por isso existe o desejo de relações de amor e sabemos que a família é sempre o melhor lugar para os cultivar. Entretanto, isso pode ser dificultado devido à complexidade do mundo em que vivemos hoje».

«No mundo atual, aprecia-se também o testemunho dos cônjuges que não se limitam a perdurar no tempo, mas continuam a sustentar um projeto comum e conservam o afeto» (AL 38). A força da família «reside essencialmente na sua capacidade de amar e ensinar a amar. Por muito ferida que possa estar uma família, ela pode sempre crescer a partir do amor» (AL 53). «Precisamos de encontrar as palavras, as motivações e os testemunhos que nos ajudem a tocar as cordas mais íntimas dos jovens, ali onde são mais capazes de generosidade, de compromisso, de amor e até de heroísmo, para os convidar a aceitar, com entusiasmo e coragem, o desafio de matrimónio» (AL 50).

Exercício prático (30 minutos):

Após a leitura dos textos e a visualização do vídeo, lançamos três pistas que podem ajudar à reflexão do grupo.

  • Fazer uma lista com os benefícios e alegrias experimentadas, que advêm do ser Família.
  • O valor que a Família acrescentou à Vida de cada cônjuge.
  • Os maiores benefícios que cada conjugue recebeu do outro.

Partilha dos casais…

Cada Família (ou casal) pode concluir a sua partilha com uma oração de ação de graças ou de petição.

Como conclusão (em jeito de envio) – leitura conjunta do texto do Pe Brás

Oração

Cântico Final

Palavra do Pe Brás

O lar não é só uma casa com teto; o lar é como um organismo vivo e animado com uma alma que envolve todos os que são do mesmo sangue, que têm o mesmo nome – a família – que conserva nela e salvaguarda a vida, a fé, o trabalho, a alegria, o amor, tudo associado e posto em comum, com as mesas recordações e as mesmas esperanças”.

Sim, o lar abriga a vida, a vida que nasce, que se desenvolve, que cresce e aumenta. (…)

O lar protege igualmente a verdadeira vida: a vida da alma, a vida da fé, a vida de Deus em nós. É ali que os Pais na mais íntima amizade educam os filhos cristãmente e vão desenvolvendo neles a vida divina… O lar dá abrigo ao trabalho que honra e dignifica; aos bens e riquezas licitamente possuídos O lar verdadeiramente cristão é causa de alegria e estimula o amor mútuo entre os vários membros da Família

Mons. Joaquim Alves Brás - Um Apóstolo da Família, (pág. 43)

TPC (desafio para casa)

(Interiorizar e partilhar em família os dois textos: bíblico e do Fundador)

Expressar gratidão ou qualquer pedido…

  • Os esposos escrevem uma carta (10 linhas) um ao outro, agradecendo o seu dom e louvando a Deus por ele (outubro);
  • Juntos, agendam um encontro, de toda a Família, para esta partilha…

MLC - Movimento por um Lar Cristão

 

 

Segunda, 11 de Outubro de 2021