Porto: Jornada da Pastoral Familiar em busca de boas práticas para o cuidado da casa comum

Porto: Jornada da Pastoral Familiar em busca de boas práticas para o cuidado da casa comum
Segundo a organização, pretende-se “refletir sobre a situação da Terra e dos que nela habitam, conhecer algumas boas práticas do cuidado da casa comum e encontrar propostas concretas de atuação na vida familiar, social e eclesial”.

“A Família cuida da casa comum” é o mote para a 29ª Jornada da Pastoral Familiar da Diocese do Porto que se realiza no dia 26 de janeiro, na casa Diocesana de Vilar. Um tema que retoma a Jornada anterior centrado na Encíclica Laudato Si. Um documento que “convida a uma ecologia integral, que reponha o homem e a sua relação com o mundo em consonância com os desígnios do Criador”, lê-se no folheto de promoção das Jornada.

Nesta jornada destinada, “de modo especial, a todos os agentes da pastoral que incluem nas suas preocupações a Família” a organização pretende “refletir sobre a situação da Terra e dos que nela habitam, conhecer algumas boas práticas do cuidado da casa comum e encontrar propostas concretas de atuação na vida familiar, social e eclesial”.

Do programa constam uma conferência a cargo da Amnistia Internacional sobre “O que está a acontecer à nossa casa comum” seguida de um painel sobre boas práticas onde a LIPOR fará uma intervenção sobre as formas de “evitar a poluição e reciclar materiais”; a RE-FOOD falará sobre a forma de “reduzir e reaproveitar o desperdício alimentar”; o casal Virgínia e Pedro falarão sobre a forma de “promover a ecologia integral” e o Secretariado Diocesano das Migrações e Turismo abordará o tema do “cuidado de quem chega”. Da parte da tarde decorrerão workshops temáticos e propostas pastorais sobre estas mesmas áreas.

+informações: www.pastoralfamiliarporto.pt
 

Sexta, 11 de Janeiro de 2019