Proteger o coração para ser feliz

Proteger o coração para ser feliz
Cerca de 50 adolescentes e jovens participaram no Encontro Nacional Focos de Esperança no fim de semana de 6 e 7 de julho no Santuário da Penha, em Guimarães.

Proporcionar um tempo de formação e reflexão à cerca da “importância de proteger o coração” nas suas diferentes dimensões  foi o objetivo do Encontro Nacional Focos de Esperança que decorreu nos dias 6 e 7 de julho, no ambiente circundante do Santuário da Penha, em Guimarães. 

Cerca de 50 adolescentes e jovens, oriundos de todo o país, que fazem parte da Juventude Blasiana,  estiveram reunidos sob o lema “Foca-te no coração”.  

Rodeados pelo verde do Santuário da Penha e acampados no Centro Escutista de Guimarães, adolescentes e jovens,  tiveram como monitoras as responsáveis pela Pastoral JuVocacional do Instituto Secular das Cooperadoras da Família,  Instituto ao qual estes jovens estão ligados. 

“Por um lado, nós quisemos proporcionar um encontro com a natureza, por outro levar estes jovens a refletir sobre a importância de proteger o coração nas mais variadas dimensões”, explica a Cooperadora da Família Conceição Vieira.  

Para ajudar nesta missão, convidaram  a Associação Família e Sociedade através do programa “Protege o Teu Coração”, um programa de educação para a sexualidade baseado na formação do caráter, dirigido a crianças, adolescentes, jovens, pais e educadores. 

Sónia Figueiredo e Alzira Ferrão, pertencem ao pólo de Viseu deste programa e cada uma orientou dois workshops.. 

Sónia Figueiredo trouxe a este encontro as várias dimensões que caraterizam  o ser humano: a dimensão física, emocional, racional, social e transcendente, e a forma como depois a sexualidade se integra nestas dimensões. A sexualidade “não se pode reduzir à ciência, aos contracetivos, ao aparelho reprodutor, isso banaliza a relação”, explica Sónia Figueiredo do programa “Protege o teu Coração.

Alzira Ferrão  dirigiu-se aos jovens com o tema do “sonho”.  Falou de ”valores e de qualidades”, trouxe exemplo motivadores, falou  de “entusiasmo  e otimismo” para alcançar objetivos. 

Para os adolescentes, Alzira abordou a “surpresa da fertilidade” . Uma forma séria e educativa “sobre a sexualidade ser a possibilidade de dar vida”, explica. “Os jovens, as crianças e os adultos precisam cada vez mais de ver a sexualidade e os afetos como algo que se complementa e se constrói para conseguirmos aquilo que todos queremos. Ser felizes”. 

O Encontro Nacional Focos de Esperança, que começou com uma caminhada desde o centro da cidade de Guimarães até ao Santuário da Penha, contou ainda com testemunhos vocacionais do jovem casal  José Fidalgo e Fernanda Azuaje, do jovem  Francisco Sá Nogueira e da Cooperadora da Família Cristina Reis. 

Foi ainda escolhida, por votação, a nova imagem gráfica das t-shirts que passarão a identificar os membros do grupo juvenil Focos de Esperança. 

Por entre espaços de formação, oração, convívio e música, o encontro terminou com a participação na celebração eucarística no Santuário da Penha. A dureza das duas horas de caminha no sábado rumo ao alto do monte foram compensadas no domingo com a surpresa de uma viagem de teleférico para apreciar a bonita paisagem que se avista quando se desce para a cidade .

O Encontro Nacional Focos de Esperança estará em destaque na Edição de agosto/setembro do Jornal da Família.

Segunda, 8 de Julho de 2019