Sem telemóveis à mesa, Francisco pede o “retomar” da comunicação em família

Sem telemóveis à mesa, Francisco pede o “retomar” da comunicação em família
No dia em que se assinalou a festa da Sagrada Família (29 de dezembro) o Papa Francisco pediu para se “retomar a comunicação em família”.

O Papa Francisco pediu, este domingo, aos fiéis que retomem a “comunicação em família”, no dia em que se assinalou a festa litúrgica da Sagrada Família.

Antes da oração do Angelus, o Papa saiu do discurso preparado para perguntar: “na tua família, sabes comunicar ou és como aqueles jovens que estão à mesa com o telemóvel, a conversar no chat?”.

Francisco deu o exemplo da família de Nazaré, que rezava, trabalhava e comunicava entre si para cumprir o “projeto de Deus”.

O Papa evocou ainda todos os que tiveram de deixar a sua terra, como Jesus, Maria e José, na fuga para o Egito, relatada pelos Evangelhos.

"Guiados por Deus, representado pelo Anjo, José afasta a sua família das ameaças de Herodes. A Santa Família solidariza-se assim com todas as famílias do mundo obrigadas ao exílio; é solidária com todo os que são obrigados a abandonar a sua própria terra por causa da repressão, da violência, da guerra”, declarou, desde a janela do apartamento pontifício, antes da recitação dominical da oração do Angelus.

O Papa condenou ainda o “horrível atentado” que atingiu a capital da Somália, provocando mais de 90 mortes e de 120 feridos.

Fonte: Rádio Renascença

Segunda, 30 de Dezembro de 2019